Neste podcast, Ricardo fala da forma de construção da EAP, ele explica que não existe uma regra única e que a EAP só é viável se quem vai fazer o trabalho consegue entender o que precisa ser feito. Ricardo explica também que a EAP não é uma sequência cronológica, mas sim a garantia de que todo o trabalho está decomposto de modo eficaz para a distribuição das atividades.

Download

Listen to the English version


Comentários